segunda-feira, 25 de junho de 2012

Paciência


OBJETIVO: identificar na paciência uma característica do homem de Bem.
- Espalhar sobre a mesa uma pequena porção de lentilha, ou arroz, ou milho. Pedir a uma criança para colocar os grãos num vidro, pegando-os um a um, com a ponta dos dedos ou com o auxílio de uma pinça (no caso da criança já ter coordenação motora para manejá-la). Quando a criança acabar a tarefa, parabenizá-la.
- Perguntar ao grupo:
– Se (fulano) não tivesse paciência, teria conseguido colocar os grãos no vidro? – O que é ter paciência?
- Ouvir as crianças, concluindo que ter paciência é fazer com calma e boa vontade o que precisa ser feito.
- Perguntar às crianças se desejam contar um caso de alguém que teve paciência.
- Propor ao grupo um trabalho “para ver quem é paciente”; portanto, deve ser feito com calma e boa vontade.
Exemplos: Fazer um desenho grande de um vestido (usar a técnica do molde vazado) cobrindo-o com pequenos retalhos quadrados. Colar bandeirinhas feitas de papel de revista num barbante ou em um desenho. Preencher a figura de uma caixa com bolinhas desenhadas com lápis de cores diferentes. Fazer um desenho grande de uma casa e colar palitos de fósforo, previamente coloridos de vermelho, no telhado.
- Explicar às crianças que os passarinhos constroem seus ninhos com muito trabalho, mas com muita paciência. Quando encontram palhinhas ou gravetos, carregam-nos, um a um, e juntando-os, vão fazendo seu ninho. Ali a mamãe-passarinho vai colocar os ovinhos, de onde depois saem os filhotes. Se possível, mostrar um ninho de passarinho (real).
- Sentados com os olhos fechados visualizar um passarinho que voa trazendo uma palhinha no seu bico... colocá-la no seu ninho para que ele fique fofinho... voa novamente... traz mais palhinhas... Papai-passarinho trabalhou com paciência... o ninho agora está pronto.